MANCHETE
print this page
OUTRAS NOTÍCIAS

Número de candidaturas sobe 21% e concorrência fica apertada na Paraíba

eleicoesO número de candidatos inscritos no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) cresceu 21,14% comparado às eleições de 2010. Ao todo, este ano a justiça recebeu este ano 550 registros enquanto que no pleito passado foram 454. O crescimento no número de candidaturas faz aumentar, também, a concorrência.

Este ano foram registrados 107 candidatos a deputado federal, 407 a estadual, 6 governadores, 6 vice, 8 senadores, 8 primeiros suplentes e 8 segundos suplentes. Em 2010 foram inscritas 97 candidaturas para federal, 318 para estadual, 6 governadores, 6 vice, 8 senadores, 9 primeiros suplentes e 10 segundos suplentes.

A grande maioria dos postulantes são homens. Eles ocupam 70,74% das candidaturas registradas. São, no total, 394 candidatos do sexo masculino. As mulheres representam apenas 29,26% dos candidatos, sendo apenas 163 postulantes.

A consequência desse aumento é que a concorrência fica ainda mais apertada. Com relação a deputado estadual, por exemplo, a concorrência chegou a 11,5 e, para deputado federal 8,9.

Os dados são do sistema de divulgação de candidatos Tribunal Regional Eleitoral.

Fonte: Blog do Gordinho

TRE-PB defere 29 candidaturas e nove renúncias são homologadas

TRE-PB defere 29 candidaturas e nove renúncias são homologadasO Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba julgou nesta quarta-feira 38 registros de candidaturas, sendo 29 deferidos e nove renúncias homologadas. Entre os registros deferidos estão as candidaturas de Antonio Ferreira Lima Neto Radical) ao cargo de governador  e de Lena Leite Dias, a vice-governadora pelo PSTU, que também teve deferido os registros de dois candidatos a deputado estadual.

Os outros registros deferidos pertencem a coligação A Força do Trabalho 4, que tem cinco partidos na coligação: PSL, PC do B, PHS, PPL e PV.  A Corte Eleitoral votou pela regularidade do DRAP (Demonstrativo de Regularidade  e Atos Partidários) deferindo os registros de candidaturas de 24 candidatos a deputado estadual.

Fonte: TRE

Ariano Suassuna tem parada cardíaca e morre em Recife, depois de três dias na UTI

Ariano SuassunaMorreu na tarde desta quarta-feira (23/07) o escritor e dramaturgo paraibano Ariano Suassuna. Ele estava internado no Real Hospital Português, em Recife, desde a segunda-feira (21/07), quando sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico. Após a realização de um procedimento cirúrgico, Ariano Suassuna entrou em estado de coma. Esta foi a terceira internação do escritor em um ano. Ariano Suassuna sofreu uma parada cardíaca por volta das 17h40 desta quarta-feira. 

O velório do escritor deve ser realizado no Palácio do Campo das Princesas, em Pernambuco. De lá, o corpo do paraibano segue para cortejo em carro do Corpo de Bombeiros até o Cemitério Morada da Paz, onde será sepultado.

A última vez que Ariano Suassuna apareceu em público foi na sexta-feira (18). Ele concedeu uma aula-espetáculo no Festival de Inverno de Garanhuns, município localizado no Agreste pernambucano, a 228 km da capital Recife. No sábado (19/07), ele tirou fotos com fãs que participavam do evento. 

Biografia 
Considerado um dos maiores escritores paraibanos de todos os tempos, Ariano Suassuna era filho do ex-governador João Suassuna. Um contador nato de histórias. E uma delas, que mais gostava de contar, era de que foi a única criança que circulou nua pelos corredores do Palácio da Redenção. Ariano nasceu dentro da sede do Governo do Estado da Paraíba.

Desse fato, derivou outra história. Ariano contava que, já adulto e escritor renomado, iria participar de uma solenidade no Palácio da Redenção numa época onde os homens só tinham acesso ao local vestidos de paletó e gravata. Desavisados, Ariano não estava de terno e foi barrado. E reagiu com bom humor, lembrando ao soldado da PM que fazia a guarda nos portões do Palácio: “Amigo, fique sabendo que eu já andei nu aí dentro”.

Ariano Vilar Suassuna nasceu em Nossa Senhora das Neves, hoje João Pessoa (PB), em 16 de junho de 1927, filho de Cássia Villar e João Suassuna. No ano seguinte, seu pai deixa o governo da Paraíba e a família passa a morar no sertão, na Fazenda Acauã.

Com a Revolução de 30, seu pai foi assassinado por motivos políticos no Rio de Janeiro e a família mudou-se para Taperoá, onde morou de 1933 a 1937. Nessa cidade, Ariano fez seus primeiros estudos e assistiu pela primeira vez a uma peça de mamulengos e a um desafio de viola, cujo caráter de “improvisação” seria uma das marcas registradas também da sua produção teatral.

A partir de 1942 passou a viver no Recife, onde terminou, em 1945, os estudos secundários no Ginásio Pernambucano e no Colégio Osvaldo Cruz. No ano seguinte iniciou a Faculdade de Direito, onde conheceu Hermilo Borba Filho. E, junto com ele, fundou o Teatro do Estudante de Pernambuco. Em 1947, escreveu sua primeira peça, ‘Uma Mulher Vestida de Sol’. Em 1948, sua peça ‘Cantam as Harpas de Sião’ (ou ‘O Desertor de Princesa’) foi montada pelo Teatro do Estudante de Pernambuco. Os ‘Homens de Barro’ foi montada no ano seguinte.

Entre 1951 e 1952, volta a Sousa, para curar-se de uma doença pulmonar. Lá escreveu e montou Torturas de um coração. Em 1955, Auto da Compadecida o projetou em todo o país. Em 1962, o crítico teatral Sábato Magaldi diria que a peça é "o texto mais popular do moderno teatro brasileiro". Sua obra mais conhecida, já foi montada exaustivamente por grupos de todo o país, além de ter sido adaptada para a televisão e para o cinema.

Em seguida, retorna a Recife, onde, até 1956, dedica-se à advocacia e ao teatro. Abandonou a advocacia para tornar-se professor de Estética na Universidade Federal de Pernambuco. No ano seguinte foi encenada a sua peça ‘O Casamento Suspeitoso’, em São Paulo, pela Cia. Sérgio Cardoso, e ‘O Santo e a Porca’; em 1958, foi encenada a sua peça ‘O Homem da Vaca’ e o ‘Poder da Fortuna’; em 1959, ‘A Pena e a Lei’, premiada dez anos depois no Festival Latino-Americano de Teatro.

Em 1959, em companhia de Hermilo Borba Filho, fundou o Teatro Popular do Nordeste, que montou em seguida a ‘Farsa da Boa Preguiça’ (1960) e ‘A Caseira e a Catarina’ (1962). No início dos anos 60, interrompeu sua bem-sucedida carreira de dramaturgo para dedicar-se às aulas de Estética na UFPE. Ali, em 1976, defende a tese de livre-docência ‘A Onça Castanha’ e a ‘Ilha Brasil: Uma Reflexão sobre a Cultura Brasileira’. Aposenta-se como professor em 1994.

Membro fundador do Conselho Federal de Cultura (1967); nomeado, pelo Reitor Murilo Guimarães, diretor do Departamento de Extensão Cultural da UFPE (1969). Ligado diretamente à cultura, iniciou em 1970, em Recife, o ‘Movimento Armorial’, interessado no desenvolvimento e no conhecimento das formas de expressão populares tradicionais. Convocou nomes expressivos da música para procurarem uma música erudita nordestina que viesse juntar-se ao movimento, lançado em Recife, em 18 de outubro de 1970, com o concerto ‘Três Séculos de Música Nordestina – do Barroco ao Armorial’ e com uma exposição de gravura, pintura e escultura. Secretário de Cultura do Estado de Pernambuco, no Governo Miguel Arraes (1994-1998).

Entre 1958-79, dedicou-se também à prosa de ficção, publicando o ‘Romance d’A Pedra do Reino’ e o ‘Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta’ (1971) e ‘História d’O Rei Degolado nas Caatingas do Sertão’/’Ao Sol da Onça Caetana’ (1976), classificados por ele de “romance armorial-popular brasileiro”.

Ariano Suassuna construiu em São José do Belmonte (PE), onde ocorre a cavalgada inspirada no ‘Romance d’A Pedra do Reino’, um santuário ao ar livre, constituído de 16 esculturas de pedra, com 3,50 m de altura cada, dispostas em círculo, representando o sagrado e o profano. As três primeiras são imagens de Jesus Cristo, Nossa Senhora e São José, o padroeiro do município.

Em 2000, ele passou a integrar a lista de membros da Academia Paraibana de Letras e recebeu o título de Doutor Honoris Causa da Faculdade Federal do Rio Grande do Norte.

Em 2004, com o apoio da ABL, a Trinca Filmes produziu um documentário intitulado ‘O Sertão: Mundo de Ariano Suassuna’, dirigido por Douglas Machado e que foi exibido na Sala José de Alencar.

Ariano Suassuna, um dos maiores escritores do país, dizia sempre: "Você pode escrever sem erros ortográficos, mas ainda escrevendo com uma linguagem coloquial."

Fonte: Portal Correio

CAS vai examinar regulamentação da profissão de fotógrafo

Resultado de imagem para fotógrafoO Senado deve começar a analisar em breve proposta que regulamenta a profissão de fotógrafo. Aprovado na Câmara dos Deputados, o PLC 64/2014, do deputado Fernando Torres (PSD-BA), será examinado inicialmente pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS), onde aguarda designação do relator.

De acordo com o projeto, estão aptos ao exercício profissional de fotógrafo os diplomados em Fotografia no ensino superior ou técnico. Os não diplomados também poderão exercer a profissão, desde que, na data de início de vigência da nova lei, tenham exercido a atividade por, no mínimo, dois anos. A comprovação desse tempo de serviço será feita por meio de declaração da respectiva entidade de classe, além de recibos de pagamentos de serviços prestados ou declaração da empresa empregadora, com firma reconhecida em cartório.

O autor do projeto destaca que em quase todos os países a profissão de fotógrafo é reconhecida e regulamentada, com cursos em nível técnico e superior. No Brasil, porém, ele afirma que a profissão é marginalizada e discriminada pela ausência de uma legislação específica.

Na Câmara, o projeto foi aprovado em 8 de abril pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), seguindo para apreciação do Senado. Em sua tramitação na Câmara, a proposta foi modificada de modo a excluir da regulamentação o repórter fotográfico a serviço de empresa jornalística. Esse profissional tem sua atividade regulamentada pelo Decreto-Lei 972/1969, que trata da profissão de jornalista.

Fonte: Agência Senado

Prefeita de Ouro Branco emite Nota e relata atitudes do promotor de Jardim do Seridó

Resultado de imagem para Prefeita de Ouro BrancoNos últimos meses, o promotor da Comarca de Jardim do Seridó-RN tem feito visitas acompanhado do vereador Junior Nogueira a diversas repartições do município de Ouro Branco-RN, interrogando servidores e dispensando qualquer formalidade.

Hoje (22/07), alguns veículos de imprensa repercutiram uma notícia dando conta de uma ação civil movida pelo promotor.

Assim que tomou conhecimento, pela internet, a prefeita emitiu a seguinte Nota de Esclarecimento:

Acabo de tomar conhecimento através de um blog de notícias, que o Promotor de Justiça de Jardim do Seridó promoveu uma ação civil contra minha pessoa. Pelo conteúdo da noticia, trata de desvios de função de alguns servidores públicos que estariam exercendo cargos distintos aos que foram nomeados, desde períodos anteriores ao meu mandato, o que me faz imaginar que os Prefeitos que me antecederam são os Réus principais do processo.

Quero esclarecer que assumi a Prefeitura após um longo período de hegemonia de um mesmo grupo político que gerou muitas distorções na gestão municipal, desvios estes que luto diuturnamente para corrigir sem, contudo, poder concluir esta tarefa de imediato.

O fato de a ação judicial me ser comunicada pela imprensa e não pela Justiça, está dentro de um contexto em que o Município passou a receber frequentes visitas do ilustre Promotor de Justiça, sempre acompanhado do Vereador oposicionista Junior Nogueira e de um soldado de Polícia, em visitas a diversas repartições municipais, sem que esta Prefeita seja comunicada do objetivo de tais incursões.

Já me chegaram informações de servidores que presenciaram tais visitas e ouviram, diante de algum outro fato aparentemente constatado, expressões tais como “vou na veia jugular de quem autorizou isto”, sem que contudo me chegar qualquer fato concreto de tais situações, uma vez que todas as informações e documentos requisitados pelo Ministério Público foram atendidos prontamente.

Finalmente quero deixar claro que confio na Justiça e, acaso seja verdadeira a notícia da ação proposta, terei oportunidade de ampla defesa e esclarecerei as situações preexistentes e como hoje se encontram na Prefeitura de Ouro Branco.

Maria de Fátima Araújo da Silva – Prefeita de Ouro Branco/RN

Fonte: Blog do Lenilson Azevedo

Concurso da UFCG abre vaga para professor de Música

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) realiza de 28 de julho a 15 de setembro as inscrições para concurso de provas e títulos destinados a seleção de um professor de Música para o Centro de Humanidades (CH), campus sede.

O candidato deve possuir graduação em Música – Bacharelado ou Licenciatura – e mestrado em Música ou áreas afins, com área de concentração em educação musical ou dissertação na área de educação musical.

As inscrições deverão ser realizadas no Protocolo geral da UFCG, localizado no prédio da Reitoria, no horário das 08h às 18h. A taxa de inscrição custa R$ 90. Também serão aceitas inscrições via Correios.

Para mais informações, acesse edital.

Fonte: UFPB

ALPB aprova projeto que garante meia-entrada a professores

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou nesta terça-feira (22/07) um projeto de lei que garante a concessão de meia-entrada para professores das redes pública e privada de ensino. A matéria é de autoria do deputado Gervásio Maia (PMDB) e modifica a lei 9.669/2012, criada pelo mesmo parlamentar, que regulamentou a concessão do benefício no estado.

Segundo o texto do projeto, a meia-entrada para os professores vale para cinemas, casas de espetáculos, teatros, campos de futebol, entre outros. Para ter acesso ao benefício os profissionais devem apresentar Carteira de Trabalho com anotação de cargo de professor, contracheque, carteira de identificação profissional ou carteira de meia-entrada (emitida por entidade estudantil).

Na justificativa da matéria o deputado Gervásio Maia afirma que os professores recebem baixos salários e em função disso se faz necessário apresentar formas de compensação à categoria. O parlamentar argumenta ainda que a medida faz parte de uma tendência nacional.

O projeto agora segue para a análise do governador Ricardo Coutinho (PSB), que pode sancioná-lo ou vetá-lo.

Fonte: Mais Patos

Doze vereadores de João Pessoa se reúnem e anunciam apoio à candidatura de Ricardo Coutinho este ano

Doze vereadores de João Pessoa se reuniram na tarde desta terça-feira (22/07) com o governador Ricardo Coutinho, candidato a reeleição pelo PSB, e Lucélio Cartaxo, candidato ao Senado pelo PT.

No encontro, os parlamentares Eduardo Carneiro (SD), Benilton Lucena (PT), Pedro Coutinho (PTB), Chico do Sindicato (PP), Mangueira (PMDB), Renato Martins (PSB), Felipe Leitão (PP), Marmute Cavalcante (SD), Edson Cruz, Dinho (PR), Sérgio da SAC (PSL), e Zezinho do Botafogo (PSB) anunciaram apoio às duas candidaturas da coligação A Força do Trabalho.

De acordo com o vereador Eduardo Carneiro, um dos articuladores da reunião, os vereadores João Almeida (SD), Helton Renê (PP) e Santino (PTdoB) justificaram suas ausências por estarem em compromissos profissionais, mas garantiram que também estão alinhados ao projeto.

Eduardo Carneiro disse que durante a reunião foram tratados temas que comporão uma agenda administrativa entre o governo do Estado e a Prefeitura de João Pessoa, a exemplo de demandas relacionadas à segurança, saúde e infraestrutura.

O secretário de Articulação Política da Prefeitura, Adalberto Fulgêncio, também participou da reunião.

Fonte: GiroPB

Prefeito de S. J. de Piranhas anuncia adesão a Cássio

O prefeito de São José de Piranhas, Domingos Neto (PMDB), anunciou apoio à candidatura do senador Cássio Cunha Lima ao governo do estado. A adesão foi confirmada ao portal Radar Sertanejo, na noite desta terça-feira (22/07), depois que o prefeito esteve reunido com Cássio. Domingos afirmou que antes de tomar a decisão consultou a base de sustentação do seu governo.

A decisão de Domingos foi também fruto de uma articulação que vinha sendo 'costurada' há meses  entre o empresário Chico Mendes, o candidato a senador Wilson Santiago, o deputado federal Wilson Filho e o candidato ao governo do estado Cássio Cunha Lima.

A aproximação do empresário Chico Mendes com Cássio Cunha Lima facilitou o entendimento do prefeito Domingos com o senador, haja vista uma amizade antiga nutrida entre os dois [Chico Mendes e Cássio] desde a 1ª eleição do tucano para governador  quando a campanha dele na região foi coordenada por Mendes e o então prefeito de Monte Hiorebe, Pretinho.

Na reunião de ontem (22/07), que culminou com a decisão do prefeito Domingos Neto em apoiar Cássio, Chico Mendes, havia sido convidado pelo candidato a senador Wilson Santiago e pelo ex-prefeito de São José de Piranhas Neto Lacerda, mas ficou impossibilitado de fazer parte do encontro por está participando de um evento empresarial em Florianópolis-SC.

O candidato a senador Wilson Filho também postou nas redes sociais a adesão do prefeito. “Mais um amigo que passa a acompanhar nossa posição. Prefeito de São José de Piranhas vota em Cássio, Wilson e Wilson Filho.” Mais tarde o próprio Cássio também fez o anúncio durante um evento de sua campanha política em Campina Grande.

Com a adesão, Domingos fecha seus apoios para as eleições de outubro: Cássio Cunha Lima (governador), Wilson Santiago (Senador), Wilson Filho (deputado federal), Jeová para estadual e Dilma para presidente.

Fonte: Radar Sertanejo

Campina ganha instituição para tratamento de crianças autistas

A primeira instituição especializada em oferecer tratamento exclusivo para crianças autistas de Campina Grande foi inaugurada na terça-feira (22/07). O Instituto Brenda Pinheiro Amigos do Autista (AMA), instalado no bairro do Alto Branco, terá atendimento específico em fonaudiologia, psicopedagogia, terapia ocupacional, atividades psicomotoras, esportivas e de socialização e poderá receber até 52 usuários, sendo a metade das vagas destinadas a famílias carentes e o restante para atendimento particular.

Segundo a idealizadora e diretoria do instituto, Vânia Pinheiro, este é o primeiro passo da instituição que terá condições de crescer e oferecer outros serviços para as crianças que são diagnosticadas com autismo. Segundo ela, além dessas atividades especializadas oferecidas, também existe a possibilidade de criar um complexo esportivo para crianças autistas e também uma escola profissionalizante para formar os adolescentes e adultos que convivem com essa disfunção global do desenvolvimento.

“Este é um sonho que está se tornando realidade. Estamos concretizando a criação do instituto, mas depois precisamos pensar que essas crianças que serão atendidas crescem, e onde vamos colocá-las? Com a escola profissionalizante, por exemplo, nós podemos formar artistas, profissionais do mercado de serviços, e muitas coisas. Estamos tendo uma procura muito grande das famílias que têm crianças autistas, já cadastramos 30 usuários para as vagas gratuitas e vamos continuar analisando para fazer essa seleção. Claro que se tivermos mais apoio, poderemos ampliar o número de atendimentos para as famílias carentes”, explicou Vânia Pinheiro.

Para as vagas particulares do instituto, a diretora explicou que o tratamento será o mesmo oferecido para as crianças carentes, com a possibilidade da família pagar todas as terapias ou apenas aquelas que sejam indispensáveis para o tratamento da criança. “Se o tratamento for completo, com 20 horas semanais, o valor será de R$ 2.750,00 por mês. Agora, a família pode optar em pagar apenas as sessões que sejam indispensáveis, o que irá baratear”, acrescentou Vânia, apontando que cada usuário terá um profissional exclusivo para realizar o tratamento.

Mãe de uma menina autista de quatro anos que empresta seu nome ao instituto, Vânia Pinheiro sabe das dificuldades que uma família tem para encontrar tratamento especializado e de fácil acesso na Paraíba. Segundo ela, para manter a filha em contato com os especialistas ela precisava viajar constantemente até João Pessoa, o que a forçou a largar o emprego e se dedicar à atenção com a filha. Por isso ela espera poder ampliar o atendimento no local para mais crianças a partir do investimento do poder público para que outras famílias também tenham condições de ter acesso ao serviço.

“É uma vida de amor e dedicação. Eu larguei o emprego para cuidar da minha filha e sei que muitas mães também fazem isso.

Pensamos em oferecer cada vez mais vagas para os atendimentos se o poder público também aceitar essa causa e quiser estar junto conosco. Conheço muitas famílias que levam suas crianças para apenas uma sessão com um psicólogo no Capsinho, e isso é pouco. Essas crianças precisam de mais.

Queremos chamar a atenção de todos para oferecermos cada vez um atendimento melhor”, acrescentou Vânia Pinheiro.

Como fazer o cadastro
Para se cadastrar no Instituto Brenda Pinheiro Amigos do Autista (AMA) a família deve procurar a instituição portando a documentação pessoal da criança, além dos documentos dos pais, laudo médico e submeter a uma avaliação por parte dos especialistas que irão trabalhar no local. Ao todo devem compor o corpo de funcionários cerca de 30 profissionais envolvendo as áreas de tratamento oferecidas pela instituição. Após lançamento o local receberá os últimos ajustes para que os atendimentos comecem a ser realizados na primeira semana do mês de agosto.

Serviço
Instituto Brenda Pinheiro
Rua do Ó, 169, Alto Branco
Telefone: 9971-6577

Fonte: Givaldo Cavalcanti-Jornal da Paraiba

PRF autua 364 carros com película fumê irregular na Paraíba

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fez 364 autuações de condutores de veículos, nas rodovias federais do Estado, com películas fumê nos vidros, que estavam em desacordo com a legislação específica estabelecida pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), no primeiro semestre de 2014.

A Resolução 254 de 2007 do Contran determina que as películas aplicadas nos vidros incolores dos automotores devem ter transmissão luminosa de 75% para o pára-brisa, 70% para os vidros laterais e 28% para vidros traseiros. Assim como determina a aplicação vinda de fábrica por meio de chancela,ou seja, forma que viabiliza a visualização da porcentagem de transição luminosa indicada para o produto para quem estiver dentro ou fora do veículo. A legislação assegura ainda a retenção do veículo para regularização, multa de R$127,00 e cinco pontos na carteira do motorista.

Entretanto, é comum vermos nas ruas e rodovias, veículos com películas escuras, quase fechadas, de tal forma a dificultar a identificação do condutor e até mesmo a visibilidade. Mesmo sabendo que ultrapassar o limite permitido de escurecimento dos vidros pode acarretar em multa, algumas pessoas insistem e acabam procurando lojas especializadas para aplicar as películas nos vidros dos veículos, que muitas vezes de tão escuras são chamadas de “blecaute”, impossibilitando assim a visualização do interior do carro.

O instalador de películas, há sete anos no ramo, André Sousa explica que mesmo o produto já com a porcentagem adequada impressa em selo e na própria película, muitos clientes alegam que preferem intensificar o processo de escurecimento dos vidros e ir de encontro à legislação. “Mesmo sabendo da legislação que não permite o vidro muito escuro, muitos clientes pagam. A gente faz a aplicação, mas a responsabilidade é do cliente”, ressaltou o profissional.

Eduardo Filho, proprietário de uma loja de equipamentos e aplicação de películas, localizada no bairro da Torre, ressalta que em um mês, 50% dos clientes que procuram o estabelecimento querem contratar a aplicação de películas. “A procura é grande. A maioria dos nossos clientes vêm até a loja com o intuito de aplicar as películas. Por mês 50% dos clientes procuram esse serviço”, destacou.

As pessoas que são adeptas do uso de películas nos vidros dos veículos alegam que a segurança e a proteção contra os raios solares são os principais motivos que fazem a necessidade desse tipo de artigo. O vendedor Ruffo Maia, de 57 anos, afirma que por conta da incidência solar muito forte há a necessidade de ter uma película mais escura e reforçada. Destaca também a segurança, pois quanto mais escuros forem os vidros do carro, mais difícil é a ação criminosa. “Tenho conhecimento da legislação e sigo. Mas uso a película por conta do calor e por ser mais seguro, principalmente à noite", ressaltou.

O chefe da assessoria de comunicação da PRF, Anderson Poddis, explica que existe um aparelho para detectar o índice de transparência das películas, no entanto, a Paraíba não possui esse dispositivo. A fiscalização nas rodovias federais é realizada a partir da abordagem do veículo e identificação do selo impresso na própria película, onde indica a porcentagem do produto. “A medição da transmitância luminosa dos vidros dos veículos obedece o disposto na Resolução n°253/07, ou seja, deve ser efetuada por meio de instrumento denominado Medidor de Transmitância Luminosa. No momento, a PRF na Paraíba não está dotada deste equipamento”, explicou Anderson Poddis.

Fonte: Secy Braz-Jornal da Paraíba

Casos de pessoas com HIV caíram 21% em 2013 na Paraíba, diz SES

O número de casos de pessoas infectadas pelo vírus HIV na Paraíba caiu mais de 21% no ano passado. Conforme dado da Secretaria de Estado da Saúde, em 2013 foram registrados 405 novos infectados com o vírus da Aids, 114 a menos que em 2013, quando foram registrados 519 casos. Segundo dados da ONU, 44 mil pessoas foram infectadas em todo Brasil apenas em 2013.

Apesar da queda registrada entre os últimos dois anos, a infectologista Joana D’arc Frade ressalta que as subnotificações podem comprometer o estudo da redução dos casos de vírus. “Aqui no Hospital Universitário da UFPB, nós temos percebido uma demanda maior, principalmente de gestantes. Particularmente no HU, há um problema com as notificaçãoes. Há uns dois anos a nossa média era de uma gestante por semana, atualmente essa demanda passou a ser dois ou três casos por semana. E isso implica ainda os parceiros e os eventuais filhos”, comentou.

A perda do foco nas campanhas de prevenção e a baixa adesão do uso de preservativos por parte dos jovens e adolescentes são alguns dos fatores que contribuíram para o aumento da demanda, ainda de acordo com Joana D’arc Frade. “Geralmente os casos registrados são de adolescentes, pessoas cada vez mais jovens. Pessoas que deveriam estar isentas desse risco, que deveriam ter iniciado suas práticas sexuais com preservativo. Temos um número expressivo de gestantes adolescentes”, avaliou a infectologista.

Para os portadores do HIV, o grande desafio de ter o vírus continua sendo lidar com o preconceito. Em entrevista à TV Cao Branco, um casal, formado por uma jovem de 29 anos e um homem de 32, contou como tem sido o contato com as pessoas mais próximas após descobrirem o vírus há seis meses. “Pela sociedade como um todo, ainda existe muito preconceito. As pessoas mais conservadoras mantêm esse estigma da doença”, concluiu o homem de 32 anos.

Fonte: G1PB
 
BLOG - JEFTE NEWS 2013
Blog Filiado a Rede Sertão-PB